METADE DOS OBJETOS PERDIDOS NO POUPATEMPO DE SANTOS NÃO É RECUPERADA


Autor: Fonte: Poupatempo

Data: 04/03/2020



Apenas    um    em    cada    dois   objetos  perdidos  no  posto santista do Poupatempo é recuperado pelo proprietário. Grande parte desse material é composta por documentos usados durante o atendimento e deixados nas unidades de prestação de serviços. Guarda-chuvas, óculos, livros e  carteiras são os campeões entre os normalmente esquecidos por quem está distraído. Mas, há itens inusitados, como sapatos, bengalas, dentadura e até hóstias. Os itens esquecidos nas unidades vão para o setor de Achados e Perdidos, disponível na administração dos mais de 70 postos paulistas do Poupatempo. Os objetos são cadastrados com local e hora do encontro, e ficam por seis meses à disposição dos donos. Após esse período, documentos são encaminhados para os órgãos emissores, e os objetos são doados para o Fundo Social de São Paulo (FUSSP). No ano passado, foram deixados na unidade santista 1.613 objetos. Desse total, apenas 839 tiveram registro de procura de seus donos.


Nos primeiros 60 dias de 2020, houve 249 ocorrências de itens localizados no posto, sendo que apenas 124 pessoas os procuraram. Documentos, como RG, CPF e CNH, são maioria. Um aplicativo o “SP Serviços” foi desenvolvido para auxiliar no resgate da documentação perdida ou que teve a segunda via nalizada e que ainda não foi retirada pelo usuário. Igual informação pode ser obtida por meio do portal do Poupatempo (veja abaixo). Pelo número do documento, é possível saber onde ele se encontra e quando pode ser retirado. “É bem simples de usar. Tanto o aplicativo quando o portal têm todas as informações importantes para o cidadão”, diz André Arruda, presidente da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp) estatal responsável pela solução eletrônicas do Poupatempo.  Já se o objeto perdido for físico, a única forma de recuperá-lo é se dirigir até a administração da unidade. Para isso, o dono precisa informar descrições do bem e apresentar um documento pessoal. 


NO ESTADO


Em 2019, foram registradas 25,8 mil ocorrências de achados e perdidos nos postos Poupatempo média de 2,15 mil ocorrências por mês. Ao menos um em cada quatro itens era documento. As campeãs são as unidades Cidade Ademar, Itaquera, Lapa, Santo Amaro e Sé (na Capital).  Desde quando o atual sistema foi implantado, em 2015, o Achados e Perdidos do Poupatempo já ultrapassou a marca de 100 mil ocorrências. Além de guarda-chuva e livros, objetos inusitados são encontrados nas unidades. Muletas, tampa de vazo sanitário e um moderno videogame já foram esquecidos por usuários distraídos. Há, também, casos de bolsas ou carteiras com dinheiro e objetos de valor.


COMO RECUPERAR DOCUMENTOS E OBJETOS PERDIDOS NAS UNIDADES DO POUPATEMPO? 


DOCUMENTOS:


App: www.spservicos.sp.gov.br  (http://www.spservicos.sp.gov.br)


Portal: poupatempo.sp.gov.br (http://poupatempo.sp.gov.br)


DOCUMENTOS E OBJETOS: 


Poupatempo Santos: Rua João Pessoa, 246, Centro Atendimento: segunda a sexta, das 8h às 17h e sábado, das 8h às 13h  Poupatempo Guarujá: Avenida Castelo Branco, 357, Jardim Cunhambebe (Vicente de Carvalho).  Atendimento: segunda a sexta, das 8h às 17h, e sábado, das 8h às 13h  Poupatempo Praia Grande: Avenida Ayrton Senna da Silva, 1.511, Sítio do Campo (Litoral Plaza Shopping)  Atendimento: segunda a sexta, das 8h às 17h, e sábado, das 8h às 13h  Poupatempo São Vicente: Rua Frei Gaspar, 365, 2º andar, Centro (Shopping Brisamar) Atendimento: segunda a sexta, das 8h às 17h, e sábado, das 8h às 13h. 








© 2020 - Atac (Todos os direitos reservados)